Melhor Livro de Stephen King de 2021: Guia de Compra Completo

Se você tem dúvida sobre qual o melhor livro de Stephen King para comprar, então, leia até o final, pois daremos muitas dicas para te ajudar a escolher o livro ideal para você.

Abaixo, selecionamos os 6 Melhores Livros de Stephen King de 2021: Guia deCompra Completo! Dessa forma, você não terá dificuldade para encontrar o melhor livro desse autor para ler!

Melhores Livros de Stephen King de 2021

Veja abaixo a lista com os melhores exemplares desse grande autor:

  • Novembro de 63 (Português) Capa comum – 16 outubro 2013
  • Misery (Português) Capa comum – 22 abril 2014
  • A dança da morte (Português) Capa comum – 19 novembro 2013
  • À espera de um milagre (Português) Capa comum – 24 abril 2013
  • Salem (Português) Capa comum – 19 abril 2013
  • Escuridão Total Sem Estrelas (Português) Capa comum – 26 março 2015

Stephen King é considerado o rei da literatura de terror. Além disso, possui uma vasta produção, com mais de 50 livros escritos em quase 50 anos de carreira. Seus livros se tornaram muito famosos. Além disso, vários deles já foram adaptados para as telas de cinema e minisséries de TV.

Imagem Livros de Stephen King Detalhes
Novembro de 63
Novembro de 63 (Português) Capa comum – 16 outubro 2013 Uma história que mistura terror e viagem no tempo!
Misery
Misery (Português) Capa comum – 22 abril 2014 Esse livro é excelente para iniciar no universo literário de King.
A dança da morte
A dança da morte (Português) Capa comum – 19 novembro 2013 Uma distopia sobrenatural instigante e assustadora!
À espera de um milagre
À espera de um milagre (Português) Capa comum – 24 abril 2013 Este é o livro que inspirou um grande sucesso do cinema dirigido por Frank Darabont.
Salem
Salem (Português) Capa comum – 19 abril 2013 É o livro que inspirou o filme “Os Vampiros de Salem” do diretor Tobe Hopper.
Escuridão Total Sem Estrelas
Escuridão Total Sem Estrelas (Português) Capa comum – 26 março 2015 Livro de contos muito perturbadores, que trazem à tona o que há de mais doentio no ser humano.

King nasceu em 1947 em Maine nos Estados Unidos. Seu livro de estreia foi o conhecidíssimo “Carrie, a estranha” lançado em 1974 e adaptado para o cinema em 1976.

Outras histórias escritas por King também ficaram muito conhecidas no mundo cinematográfico, como “O Iluminado” e “It”. Mas a obra do autor não se resume apenas a livros adaptados para o cinema, pois ele teve uma carreira muito produtiva.

Desde criança, o pequeno King já escrevia histórias de ficção científica, crimes e terror. Na infância ele chegou a enviar seus textos para revistas, mas foram recusados.

Contudo, com o incentivo de alguns editores, o jovem continuou escrevendo até se tornar o escritor de literatura de terror mais conhecido do mundo.

Dos escritores contemporâneos, o mestre do terror Stephen King é o mais famoso no mundo todo. Ele também já escreveu utilizando o pseudônimo Richard Bachman e constituiu uma família de escritores, seus três filhos e a sua esposa também escrevem.

O Que Comparar nos Livros de Stephen King

Se você ficou curioso para conhecer mais sobre Stephen King, ou se já o conhece e gostaria de selecionar um novo título do autor para ser a sua próxima leitura, fique atento para essas dicas que vão te ajudar a escolher o que ler primeiro na vasta obra do autor.

Subgênero

O gênero principal do autor é o terror, mas as temáticas podem variar um pouco e é possível dividir os livros em subgêneros, contudo é importante lembrar que esses subgêneros podem se misturar.

Independente do subgênero, o estilo de escrita de King é muito específico, bastante imagético, gráfico e gore. É uma escrita capaz de provocar calafrios nos leitores.

Aqui vamos mencionar os principais subgêneros da obra do autor para facilitar a escolha de um livro para ser a sua próxima leitura.

Sobrenatural

São histórias de feiticeiros, vampiros, fantasmas e outras criaturas sobrenaturais. Os personagens possuem poderes incríveis e compõem excelentes tramas de terror sobrenatural.

Distopia: as distopias tão famosas hoje em dia também fazem parte da obra de Stephen King. Algumas delas podem sim ser classificadas como distopias, como é o caso de “A dança da morte”, uma distopia de terror, evidentemente.

Monstros: apesar de esses personagens fazerem parte do universo sobrenatural, os monstros são tão recorrentes nos livros de King que merecem a classificação em um subgênero específico.

São vários os tipos de monstros que compõem a obra do autor: animais assassinos descontrolados, alienígenas, criaturas misteriosas ou mortos-vivos. O livro “Celular”, publicado em 2006, narra uma história em que algumas pessoas são transformadas em zumbi por um pulso emitido por aparelhos celulares.

Psicológico: são livros com narrativas tensas e angustiantes. Um livro desse subgênero, que passou para o formato filme é “Jogo perigoso”. As obras de terror psicológico de Stephen King trazem personagens que pensam que estão ficando loucos, o que pode ou não estar acontecendo.

Alguns deles podem ou não estar sendo perseguidos por monstros de verdade, enquanto outros são atormentados por serial killers ou assassinos que se divertem confundindo suas mentes.

Livros que viraram filme

Uma ótima dica para quem quer começar a conhecer a obra de Stephen King ou está em dúvida sobre qual subgênero escolher é apostar nas obras que viraram filmes.

Afinal de conta, se você gostou do filme, tem muitas chances de gostar da leitura, já que geralmente os livros apresentam mais detalhes e aprofundam mais na história e nos personagens.

Existem diversas adaptações de livros do autor para o cinema. Nem todas foram tão bem sucedidas, mas alguns dos filmes baseados em obras de Stephen King são verdadeiras obras-primas do cinema mundial. Descubra se já assistiu algum desses filmes e procure ler o livro.

Os mais conhecidos deles são os filmes “It”, “O iluminado”, “Carry, a estranha” e os dramas “Um sonho de liberdade” e “À espera de um milagre”.

Vale a pena ver ou rever o filme e apreciar a obra, já que são modalidades diferentes da mesma história e vão te oferecer diferentes experiências com o universo do autor.

Livros que Stephen King escreveu em parceria ou sob pseudônimo

Como já mencionado, Stephen King é um autor extremamente produtivo, com inúmeras obras e ainda em atividade. O autor tem mais de 90 livros publicados só entre romances e novelas.

Além disso, já escreveu poemas, antologias, contos, edições limitadas, não ficção e até discursos. Talvez por esse motivo seja tão difícil escolher um livro do autor, pois são muitas opções.

O próprio autor considera que algumas dessas obras são mais fracas do que outras. Ainda que tenham sido sucesso de vendas. Tanto sucesso levou o autor a tentar uma experiência escrevendo sob o pseudônimo de Richard Bachman.

Ele queria saber se os livros teriam tanto sucesso quanto os assinados por ele, uma vez que acreditava que as vendas exponenciais de suas obras eram reflexos do grande sucesso que foi “Carry, a estranha” tanto na literatura quanto no cinema.

Os livros escritos por Richard Bachman tiveram boas vendas para um escritor iniciante, mas logo King foi descoberto e não conseguiu concluir seu experimento. Mesmo assim, ele ainda escreveu alguns livros como Richard Bachman.

Além disso, o autor escreveu em parceria com escritores famosos, como Richard Chizmar e Peter Straub, e com seu filho mais novo Owen King. Vale a pena conhecer essas leituras também.

Indicação de quem já leu livros de Stephen King

Outra dica infalível para escolher o melhor livro de Stephen King é pedir dicas de quem já leu. Nada melhor do que saber a opinião de quem já leu o livro e pode contar a experiência que teve.

Apesar de os perfis dos leitores serem diferentes, ouvir sugestões e opiniões de leitores é sempre uma boa maneira de se decidir por um livro.

Para isso, vale conversar com amigos que já tenham lido livros do autor ou mesmo fazer uma pesquisa na internet, onde é possível encontrar várias resenhas dos livros de King e listas com indicações e impressões de outros leitores.

Review dos 6 Melhores Livros de Stephen King de 2021

Para ter uma lista com os 6 melhores livros de Stephen King de 2021, continue lendo este artigo! Vamos apresentar os melhores livros do rei da literatura de terror para te ajudar a escolher sua próxima leitura desse autor.

1

Melhor Escolha

Novembro de 63 (Português) Capa comum – 16 outubro 2013

Características:

  • Editora: Suma
  • Capa comum: 728 páginas
  • Idioma: Português
  • Dimensões: 22.8 x 15.6 x 3.4 cm

“Novembro de 63” é uma história que mistura terror e viagem no tempo. Stephen King faz com que viajar no tempo pareça algo totalmente possível, porém, aterrorizante. Al, dono de uma lanchonete em uma cidade do Maine, estado dos EUA, recruta o professor de inglês Jake Epping para uma missão pela qual está obcecado: evitar o assassinato de John Kennedy.

A vida de Jake pode sofrer uma reviravolta em instantes já que o plano de Al é utilizar um portal na dispensa de sua lanchonete para viajar até o ano de 1958.

Ao chegar em Jodie, uma calorosa e pequena cidadezinha no Texas, Jake se vê em plena época do presidente Eisenhower, de Elvis Presley, das meias soquetes, dos carrões vermelhos e das fumaças de cigarro.

Nesse contexto, Jake começa suas investigações e dá início a uma nova vida. Contudo, todos os caminhos levam a Lee Harvey Oswald e Jake está prestes a alterar o curso da História, sem saber que consequências isso pode acarretar. 
Um enredo fascinante que te prende do início ao fim. Enfim, esse é o melhor livro de Stephen King para comprar em 2021.

Confira o preço

2

padrao

Misery: Louca obsessão (Português) Capa comum – 22 abril 2014

Características:

  • Editora: Suma
  • Capa comum: 328 páginas
  • Idioma: Português
  • Dimensões: 22.8 x 15.8 x 2.2 cm

Um dos livros preferidos dos fãs de Stephen King, “Misery: Louca obsessão”. Esse livro é excelente para iniciar no universo literário de King. O famoso escritor Paul Sheldon é conhecido por uma série de best-sellers que têm Misery Chastain como protagonista.

Um dia, apesar de uma intensa nevasca, Paul resolve sair para comemorar a conclusão de seu manuscrito mais recente, contudo, sofre um acidente grave com seu carro.

O escritor é socorrido por Annie Wilkes, uma simpática enfermeira aposentada que atravessa o seu caminho. Annie é leitora dos livros de Paul e se considera a fã número um do escritor.

Contudo, o que parecia ser propício a uma história de amizade toma um destino inusitado quando Annie se mostra bastante perturbada com o desfecho da personagem Misery no último livro, o que desencadeou nela um comportamento psicótico e sádico.

Com isso, Annie decide isolar Paul em um quarto onde o tortura e o ameaça para que reescreva o desfecho de Misery da maneira que ela considera que deveria ter sido. Assim, o escritor Paul Sheldon vai precisar de toda a sua criatividade para se salvar das torturas de Annie.

Apesar de a história se passar quase que exclusivamente dentro desse quarto feito como cativeiro, a narrativa não é lenta nem entediante. É possível sentir o ambiente claustrofóbico e aterrorizante enfrentado pelo personagem que sofre tortura física e psicológica de alguém que se considera sua principal fã.

A narrativa dinâmica permite acompanhar e perceber todo o desespero do personagem. Uma história arrepiante que você não vai conseguir parar de ler.

Confira o preço

3

padrao

A dança da morte (Português) Capa comum – 19 novembro 2013

Características:

  • Editora: Suma
  • Capa comum: 1248
  • Idioma: Português
  • Dimensões: 23.11 x 16.26 x 6.1 cm

Este livro é para quem é fã do gênero distopia. “A dança da morte” é uma distopia sobrenatural instigante e assustadora.
O Departamento de Defesa comete um erro informático e acaba liberando um vírus mortal. Após uma cadeia casual com mais de um milhão de pessoas, uma rede da morte é formada, levando o mundo à extinção.

Nesse ambiente árido pós-apocalíptico e repleto de cadáveres que surge após o desastre, 99% da população está extinta. Daí se inicia uma batalha do bem contra o mal. Os sobreviventes terão que escolher um lado antes que sejam escolhidos.

Os bons devem se aliar à centenária Mãe Abigail que guarda toda a sabedoria adquirida em seus 108 anos de idade. Já o lado mal é comandado por Randall Flagg, o homem escuro, que possui poderes indescritíveis.

O livro traz uma batalha entre o bem e o mal em uma história épica sobre o fim do mundo. É possível notar a complexidade moral, a diversidade de personagens e o ritmo alucinante. É um dos livos mais longos do autor, lançado a primeira vez em 1978, e ainda foi republicado em uma versão ampliada em 1990.

Como é característico do autor, é possível imaginar todo o cenário e os personagens, como um filme que se passa na cabeça. Não é por acaso que a obra já foi adaptada como minissérie em 1994 e será readaptada em uma nova produção.
Apesar da primeira publicação há tantos anos, a história ainda permanece atual e continua cativando o interesse dos leitores.

Confira o preço

4

padrao

À espera de um milagre (Português) Capa comum – 24 abril 2013

Características:

  • Editora: Suma
  • Capa comum: 400 páginas
  • Idioma: Português
  • Dimensões: 23 x 16 x 2.2 cm

Este é o livro que inspirou um grande sucesso do cinema dirigido por Frank Darabont e estrelado por Tom Hanks em 1999.
“À espera de um milagre” mostra que o sobrenatural não precisa ser sempre assustador. Nessa obra, Steven King trabalha com um drama sobrenatural capaz de emocionar os leitores.

O guarda Paul Edgecombe trabalha na Penitenciária de Cold Mountain, local onde assassinos aguardam para passar pelo corredor da morte e serem executados na cadeira elétrica.

A história de passa no contexto desesperador da depressão da economia americana nos anos 1930. Dentre os vários condenados que convivem com Paul Edgecombe está John Coffrey, um gigante que possui a mente de uma criança, uma das figuras mais bizarras que já passaram pela vida de Edgecombe nos seus anos de trabalho.

John Coffrey é acusado de estuprar e assassinar brutalmente duas garotas, mas seria ele realmente culpado? As acusações levariam a crer que se tratava de uma encarnação do mal, mas seria isso mesmo? Ou algo completamente diferente?

Edgecombe terá todas as suas crenças desafiadas na medida em que descobre verdades assombrosas terríveis. Essa trama foi publicada originalmente em seis partes sob o título “O corredor da morte” e posteriormente lançado no romance em volume único chamado “À espera de um milagre”. 

Apesar das críticas que o livro recebeu por não aprofundar muito no personagem John Coffrey, a narrativa é emocionante e gera interesse.

Confira o preço

5

padrao

Salem (Português) Capa comum – 19 abril 2013

Características:

  • Editora: Suma
  • Capa comum: 464 páginas
  • Idioma: Português
  • Dimensões: 23 x 16 x 2.6 cm

O livro “Salem” é a segunda obra de Stephen King. O livro foi inspirado em “o Drácula de Bram Stoker” e teve sua primeira publicação no ano de 1975. É o livro que inspirou o filme “Os Vampiros de Salem” do diretor Tobe Hopper, conhecido por filmes como “O Massacre da Serra Elétrica”.

A narrativa ocorre na cidadezinha da Nova Inglaterra Jerusalem’s Lot. Os personagens principais são três forasteiros: Ben Mears, Mark Petrie e o senhor Barlow. Ben Mears é um escritor que morou na cidade em parte da infância e decide retornar para reviver o passado.

Mark Petrie é um garoto obsecado por filmes de terror e monstros. Senhor Barlow é um homem misterioso que chega à cidade para abrir um negócio. O que ocorre é que fatos estranhos se iniciam após a chegada dos três novos moradores, perturbando a rotina da pacata cidadezinha.

Moradores da cidade começam a desaparecer sem rastros, uma criança é encontrada morta e pessoas começam a morrer de uma estranha doença. A atmosfera de morte passa a assolar a cidade.

Mark e Ben só têm uma opção, assim como os outros sobreviventes da cidade: fugir. Só que isso não será tão fácil. Os destinos dos três forasteiros e da cidade estão entrelaçados e um acerto de contas será inevitável.
Um livro intenso, assustador e cativante.

Confira o preço

6

padrao

Escuridão Total Sem Estrelas (Português) Capa comum – 26 março 2015

Características:

  • Editora: Suma
  • Capa comum: 392 páginas
  • Idioma: Português
  • Dimensões: 23 x 16 x 2.2 cm

Para quem se identifica com contos, o livro “Escuridão total sem estrelas” é uma boa opção. Ele reúne quatro contos do autor. Os contos são muito perturbadores e trazem à tona o que há de mais doentio no ser humano.

O autor mantém sua característica de lidar com o sobrenatural, mas o que mais incomoda nos contos é o fato de que são totalmente plausíveis e as histórias poderiam de fato acontecer, levando à reflexão sobre até onde pode ir a mente sombria do ser humano.

A ausência total de luz torna o mundo sombrio, tenebroso e distorcido, onde os crimes não podem ser evitados e as punições parecem insuportáveis. Os contos reúnem mistério e terror chocante.

O conto 1922, que foi adaptado pela Netflix, narra os dilemas do agricultor Willfred e do filho Hank que precisam escolher do que preferem abrir mão, da esposa e mãe ou das terras da família.

No conto Gigante do volante, a autora de livros de mistério Tess vai elaborar um plano de vingança contra um homem estranho que a estuprou e quase matou que vai deixá-la cara a cara com um lado de si que nem ela mesma conhecia.

Outro conto do livro se chama Extensão justa. Nele, Dave Streeter, que sofre de um câncer em estágio terminal decide fazer um pacto com um vendedor. Contudo, precisa refletir se vale a pena destruir a vida de outra pessoa para salvar a própria vida.

O quarto conto presente no livro é Um bom casamento. Darcy Anderson encontra uma caixa na garagem que pode dizer mais sobre o marido dela do que os 20 anos em que esteve casada com ele.

Os personagens representam o que há de mais obscuro, pois passam por momentos de total ausência de bom senso, uma escuridão sem estrelas para guiar.

Confira o preço

Qual o Melhor Livro de Stephen King?

O livro “Novembro de 63” pode ser considerado o melhor livro de Stephen King, misturando terror e ficção científica, trazendo um enredo envolvente e uma narrativa qualificada. O romance foi bastante premiado e já recebeu uma adaptação no formato de minissérie.

A manipulação do tempo é um tema que fascina a humanidade e o autor brinca com a viagem no tempo de uma maneira incrível.

É importante ressaltar que o autor alia de maneira genial aventura e romance. Os personagens também merecem destaque, pois são bem construídos e conseguem trazer o leitor para dentro da história.

O livro traz muitas referências ao contexto dos Estados Unidos, por abordar um fato da história do país, o assassinato do presidente John Kennedy. Contudo, ele consegue agregar para trama leitores de todos os países e trazê-los para o contexto americano.

É possível que o livro te motive a procurar filmes sobre John Kennedy e até pesquisar um pouco sobre a história dos Estados Unidos nessa época. Tudo isso é mérito da forma brilhante com a qual King trabalha as palavras, proporcionando uma experiência única.

O livro é longo, mas você não vai se sentir cansado. Em alguns momentos você pode se sentir ansioso para saber o desfecho da trama.

Além disso, o autor trabalha com maestria as referências da época dos anos 1960, o que dá uma sensação de nostalgia até para leitores que não viveram nesse tempo.

O personagem principal é cativante e faz com que o leitor torça para que sua missão tenha êxito. Não é por acaso que este livro de King se tornou um best-seller e é uma leitura obrigatória do autor.

Então, agora ficou fácil escolher o melhor livro de Stephen King para comprar! Aproveite e adquira agora mesmo, sem sair de casa!

Deixe um comentário